Mais de 50 docentes do Ensino Superior participaram em formação sobre abordagens de aprendizagem ativa na FEP

Segunda-feira, Fevereiro 26, 2024 - 12:10

Mais de 50 professores do Ensino Superior e estudantes de doutoramento de instituições portuguesas e estrangeiras participaram numa formação sobre aprendizagem ativa, com recurso à tecnologia, na Faculdade de Educação e Psicologia (FEP), entre 14 e 16 de fevereiro.

Designada “Digital Enhancement of Active Learning in Higher Education”, a formação, inserida no âmbito do projeto ERASMUS+ “PBL4TEA - PBL framework for Digital Collaborative Teacher Training”, desafiou os participantes a transformarem uma unidade curricular (UC) ou parte dela, considerando a utilização de abordagens de aprendizagem ativa e métodos alternativos de avaliação, recorrendo  à tecnologia (por exemplo, inteligência artificial). Com a transformação da unidade curricular e sua posterior implementação, pretende-se potenciar as aprendizagens dos estudantes do Ensino Superior.

“Foram desenvolvidas 50 propostas de transformação de unidades curriculares para implementar nos próximos semestres.”, explica Diana Mesquita, docente na FEP e membro da equipa responsável pela formação, composta por facilitadores da Turquia, Irlanda, Lituânia e Universidade do Minho.

De acordo com a docente e investigadora do CEDH, “esta formação é uma iniciativa que visa impulsionar práticas de inovação pedagógica no Ensino Superior, através da reflexão intencional sobre aquilo que acontece na sala de aula para a poder transformar. Por isso é que os participantes foram desafiados a transformar uma unidade curricular à sua escolha.”

 

Trabalho em equipas, num ambiente colaborativo e interdisciplinar

“Em toda a experiência de formação os participantes trabalharam em equipas, num ambiente colaborativo e interdisciplinar. Foram criadas equipas no primeiro dia, de forma aleatória, para que pudessem conhecer outras realidades, outras instituições em Portugal e até noutros países. Por isso, desenvolveram atividades em conjunto, discutiram e refletiram em conjunto, criaram em conjunto e também se divertiram em conjunto.”, acrescenta Diana Mesquita.

Na sequência deste encontro, será criada uma comunidade de prática designada #PBL4TEA Community, cujo objetivo é acompanhar e apoiar a implementação das propostas apresentadas pelos participantes no curso.

Nesta primeira edição da formação, participaram docentes e doutorandos oriundos de onze instituições de Ensino Superior em Portugal, assim como da Lituânia e do Brasil.   Está prevista a realização de mais duas edições: uma em maio de 2024, na Universidade de Vilnius (Lituânia), e outra em novembro 2024, na Universidade do Minho.

 

Sobre o Projeto PBL4TEA

A formação insere-se no âmbito das atividades do projeto ERASMUS+ “PBL4TEA - PBL framework for Digital Collaborative Teacher Training”, financiado pela Comissão Europeia e insere-se no Centro de Investigação para o Desenvolvimento Humano (CEDH) da Faculdade de Educação e Psicologia (FEP).

O projeto de dois anos (2022 a 2024) é coordenado pela Universidade do Minho, e conta com a parceria da Universidade Católica Portuguesa, da Koç University (Turquia), da Munster Technological University (Irlanda), e da Vilnius University (Lituânia).   

Na UCP, a formação inseriu-se no programa do 2º Ciclo de Workshops Pedagógicos organizado pelo CLIL | Católica Learning Innovation Lab.

 

Mais de 50 docentes do Ensino Superior participaram em formação sobre abordagens de aprendizagem ativa na FEP

Mais de 50 docentes do Ensino Superior - 01

media-content

Mais de 50 docentes do Ensino Superior - 02

media-content

Mais de 50 docentes do Ensino Superior - 03

media-content

Mais de 50 docentes do Ensino Superior - 04

media-content

Mais de 50 docentes do Ensino Superior - 05

media-content